Siga-nos  
                                                                            Cidadão SP    /governosp


Programa de Certificação da Aquicultura é tema de reunião no IP

Representantes da cadeia produtiva da aquicultura se reuniram em 29 de agosto no auditório do Instituto de Pesca (IP-Apta), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, para discutir a criação de um programa nacional de certificação da aquicultura. O evento foi promovido pelo IP em parceria com o Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) e contou com a presença de cerca de 30 pessoas, entre aquicultores, representantes de classe e pesquisadores.

De acordo com Alessandra Weyandt, do Inmetro, a ideia é certificar o sistema de produção da aquicultura, avaliando a gestão dos empreendimentos e as práticas de cultivo, tratando basicamente de três requisitos: cuidado com o ambiente, com o trabalhador e a sanidade do peixe.

“A norma fala de requisitos para selecionar o local do empreendimento, ou seja, como escolher o terreno, as condições da água, higiene pessoal, treinamento de pessoal, gestão de resíduos e efluentes, sanidade e biossegurança. Então, ela trata de maneira integrada todas as práticas que o empreendimento tem que ter para proteger o ambiente e também garantir que o peixe tenha uma qualidade adequada”, explica Alessandra.

Na oportunidade, o diretor de departamento do Instituto de Pesca, Luiz Marques da Silva Ayroza, afirmou que o instituto está disposto a contribuir para a efetivação da iniciativa, colaborando com o suporte técnico que for necessário.

“A certificação nos parece algo importante para o crescimento do setor de pescado cultivado. Estamos no início da discussão e precisamos definir se a certificação irá focar uma ou mais espécies, por exemplo. E, neste sentido, é importante o engajamento nas discussões dos diversos atores envolvidos para que seja construída uma proposta sólida e que garanta a qualidade, visando as boas práticas de manejo”, afirmou o diretor do IP.

 

Certificação e exportações

Simone Jones e Tayler Isaac, da Organização Não Governamental americana Seafood Watch, participaram do encontro e apresentaram um trabalho de certificação semelhante ao realizado com apoio dessa ONG no continente asiático. Eles destacaram o potencial do Brasil para ser um dos maiores produtores de pescado do mundo e as oportunidades que podem ser abertas no mercado dos Estados Unidos com a certificação.

“A certificação é fundamental para a entrada de produtos no mercado norte-americano, pois traz segurança e transparência sobre a origem daquele pescado. Então, essa discussão sobre a criação de uma certificação no Brasil sem dúvida pode representar um avanço, ao informar melhor o comprador sobre a origem, a sustentabilidade e os processos de produção. É algo importante para o mercado norte-americano”, disse Jones.

A ligação entre o programa de certificação e as exportações de pescado do Brasil também foi destacada pelo presidente executivo da Associação Brasileira da Piscicultura (Peixe BR), Francisco Medeiros. O dirigente pontuou que atualmente 90% das exportações brasileiras nessa área são destinadas ao mercado dos Estados Unidos e que a iniciativa será importante para o futuro do setor no Brasil.

“O grande desafio é sensibilizar o produtor da importância da certificação. É um trabalho que tem que ser feito no dia a dia, explicando as vantagens. Neste caso, o resultado financeiro não acontece de imediato. É um projeto de longo prazo. O momento é o de vendermos a ideia, o que nem sempre é fácil. Quanto mais atores nós agregarmos ao processo, mais solidez teremos. E com todo mundo falando a mesma língua será mais fácil mostrar para o produtor os benefícios que ele terá lá na frente”, disse o presidente executivo da Peixe BR.

O próximo passo para a criação da certificação da aquicultura será a formação de um grupo de trabalho incumbido de definir os moldes do programa. A intenção é de que o primeiro encontro desse grupo ocorra ainda no mês de setembro de 2017.

 

Por Leonardo Chagas

Revisão Márcia Cipólli

 

Mais Informações:
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Agricultura e Abastecimento
Instituto de Pesca
(11) 3871-7549 / 3871-7550


1º Encontro de Pesca Esportiva do Litoral Paulista encerrará atividades da 14ª Semana do Peixe