Siga-nos  
                                                                            Cidadão SP    /governosp


Valorizar, preservar e contar a nossa história é a única forma de mantê-la viva na memória de qualquer geração.

E mesmo que muitos não deem a devida atenção ao assunto, nós ainda estamos aqui para servir de exemplo e espalhar cultura por aí.

Então, selecionamos nove museus da Baixada Santista que abrigam parte importante da história da região, do Brasil e do mundo, e que merecem toda atenção e cuidado. Programe-se para conhecê-los, você vai se surpreender com o que vai encontrar.


Nossos museus


Museu do Café, em Santos


Instalado no belíssimo Palácio da antiga Bolsa Oficial do Café, o Museu do Café foi criado em 1998 com o objetivo de mostrar a relação histórica entre o café e o Brasil. Em seu acervo, traz objetos e documentos que evidenciam a evolução da cafeicultura e do desenvolvimento político, econômico e cultural do país, além das telas e do vitral de Benedicto Calixto. Para começar ou encerrar a visita, vale uma passadinha pela premiada cafeteria do museu.

Endereço: R. Quinze de Novembro, 95 – Centro.
Horário: De terça a sábado, das 9h às 17h; domingo, das 10h às 17h. (confirmar horário de funcionamento na pandemia)


 

Forte São João, em Bertioga

Foi a primeira fortificação construída no país, com o intuito de defender as vilas de São Vicente, Santos e São Paulo, em 1532, batizado inicialmente como Forte São Thiago. O local recebe mostras e exposições que retratam a história do país e a vista do Canal de Bertioga já vale a visita.

Endereço: Av. Vicente de Carvalho, s/n – Centro.
Horário: De quarta a domingo, das 9h às 17h. (confirmar horário de funcionamento na pandemia)

 


Museu de Pesca, em Santos


O conjunto arquitetônico abriga o museu do Instituto de Pesca e seu acervo conta com todo tipo de material ligado ao tema, desde exemplares de tubarões e peças taxidermizadas, ambientes lúdicos e até o famoso esqueleto de baleia Fin com 23 metros de comprimento e 7 toneladas.

Endereço: Av. Bartolomeu de Gusmão, 192 – Ponta da Praia.
Horário: De quarta a domingo, das 10h às 18h. (confirmar horário de funcionamento na pandemia)

 

Museu Histórico da Fortaleza da Barra Grande, no Guarujá


Construída em 1584 para defender o Porto de Santos, a Fortaleza da Barra Grande divide a atenção dos visitantes entre a vista que proporciona e o museu que abriga, que recebe exposições itinerantes, além do suntuoso mosaico ‘Vento Vermelho’, última obra do pintor japonês Manabu Mabe.

Endereço: R. Messías Borges, 380 – Santa Cruz dos Navegantes.
Horário: De terça a sábado, das 9h às 17h; domingo, das 9h às 15h. (confirmar horário de funcionamento na pandemia)


 

Museu de Arte Sacra de Santos, em Santos


Uma das mais importantes instituições museológicas de arte sacra do país, o conjunto arquitetônico já abrigou o Mosteiro de São Bento, e hoje abriga o MASS, aos pés do Morro São Bento. Para apresentar a relação histórica entre a arte sacra e o desenvolvimento da região, o museu apresenta bens móveis e integrados ao mosteiro, objetos de arte sacra, mobiliário, esculturas, pinturas, e muito mais em seu riquíssimo acervo.

Endereço: R. Santa Cecília, 795 – Morro de São Bento.
Horário: De terça a domingo, das 10h às 17h. (confirmar horário de funcionamento na pandemia)


Casa da Cultura Afro-brasileira, em São Vicente


O espaço abriga mais de 130 peças em argila do artista Geraldo Albertini, que contam a história da escravidão no Brasil. A experiência vai desde as peças até a construção do ambiente, que simula uma senzala. Nas paredes, é possível ver a rotina nos quilombos retratada, como faziam os escravos. O espaço é totalmente dedicado à cultura afrodescendente.

Endereço: Av. Dona Anita Costa s/nº – Vila Voturuá.
Horário: De terça a domingo, das 9h às 17h. (confirmar horário de funcionamento na pandemia)



Museu do Porto, em Santos


Abriga um importante acervo histórico dos portos do país, com coleção de peças que resgatam a memória portuária, fotos com cerca de 700 negativos em vidro, biblioteca com mais de 3 mil volumes e uma videoteca com centenas de fitas de vídeo, filmes e slides. A edificação que abriga o museu foi construída em 1902 para servir de moradia aos dirigentes portuários da época.

Endereço: Av. Conselheiro Rodrigues Alves, s/nº – Macuco.
Horário: De segunda a sexta, das 8h às 18h. (confirmar horário de funcionamento na pandemia)



Palácio das Artes, em Praia Grande


O imponente complexo na entrada da cidade abriga o Museu da Cidade, a Galeria Nilton Zanotti, o Teatro Serafim Gonzalez e o Salão de Eventos. No Museu, é possível encontrar toda a história da cidade, contata por meio de documentos, vídeos, fotos, painéis e muito mais. Já na Galeria, você encontra exposições itinerantes de médio e grande porte durante o ano todo.

Endereço: Av. Pres. Costa e Silva, 1600 – Boqueirão.
Horário: De terça a sexta, das 9h às 17h; e sábado, das 14h às 18h. (confirmar horário de funcionamento na pandemia)


 

Instituto Histórico e Geográfico de Santos, em Santos


Criado em 1938, com o objetivo de preservar a memória da cidade e estimular a produção de pesquisa e trabalhos sobre a história de Santos, de São Paulo e do Brasil. No acervo, é possível encontrar uma biblioteca com aproximadamente 10.000 livros, um pequeno museu e documentos históricos de Santos e região.

Endereço: Av. Conselheiro Nébias, 689 – Boqueirão.
Horário: De segunda a sexta, das 14h às 17h. (confirmar horário de funcionamento na pandemia)

 

Fonte: Revista Nove, Diego Brígido, 21 maio 2021 (https://revistanove.com.br/programacao-cultural/museus-de-santos-e-regiao/)


Você consome pescado? Pesquisadores explicam porque devemos incluí-los na alimentação e elucidam alguns mitos