Siga-nos  
                                                                            Cidadão SP    /governosp


IP inaugura frigorífico de pescado com SISP para atender demandas do setor produtivo

O Instituto de Pesca (IP-APTA) da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, inaugurou nesta terça-feira (18/12) em Santos, a Unidade de Beneficiamento de Pescado do Centro Avançado de Pesquisa do Pescado Marinho, com foco na industrialização.

A nova unidade é fruto de adequação da estrutura ligada à Unidade Laboratorial de Referência em Tecnologia do Pescado (ULRTP) do IP, realizada pelo governo estadual. O objetivo é criar uma instalação para as demandas do setor produtivo, de forma a encontrar soluções, a partir de pesquisas, para o crescimento do consumo de produtos da pesca e da aquicultura.

O diretor técnico do IP, Luiz Ayroza, esclareceu que a alteração na estrutura da unidade foi importante para adquirir o registro junto ao Serviço de Inspeção de Produtos de Origem Animal do Estado de São Paulo (SISP), que permitirá a realização de testes de mercado com lotes produzidos experimentalmente no IP. “No início de 2019 já teremos a obtenção do SISP em 4 produtos: carne Mecanicamente Separada (CMS) da tilápia; CMS da corvina; CMS da pescada e CMS do salmão”, declarou.

Ayroza disse que o local proporcionará atendimento às demandas de pesquisas, assim como serviços e parcerias com o segmento produtivo. Entre os serviços estará o recebimento, manipulação, processamento e/ou desenvolvimento dos produtos de pescado. “Foi realizado somente em 2018 um investimento de aproximadamente R$ 450 mil, sendo 50% verba do Tesouro e 50% da Finep”, falou.

A recém-inaugurada estrutura também servirá de referência para demonstrar os requisitos necessários à viabilização de uma planta de beneficiamento de pescado, assim como permitirá ações de capacitação e treinamento de profissionais ligados à indústria, extensionistas, agentes de fiscalização e inspeção etc. Ainda haverá um laboratório de análises físico-químicas, cozinha experimental e cabines para análises sensoriais, que irão analisar a qualidade, composição e aceitabilidade dos produtos desenvolvidos.

No discurso, o diretor fez questão de citar os atores da cadeia produtiva ligados ao projeto: “Para finalizar, gostaria de ressaltar que essa conquista só foi possível com o empenho do nosso Secretário da Agricultura e Abastecimento Dr. Francisco Jardim, do Coordenador da APTA Dr. Orlando de Melo e as parcerias como: CDA (EDA); Câmara Setorial do Pescado; Peixe SP; Peixe BR; Compesca; Abipesca; Codeagro e da Diretora da Unidade de Beneficiamento Dr.Erika Fabiane Furlan e sua equipe, Dras. Cristiane Rodrigues Pinheiro Neiva, Thaís Moron Machado e Rúbia Yuri Tomita, além do Diretor do Centro de Pesquisa do Pescado Marinho, Dr. Eduardo Gomes Sanches”.

A ocasião também serviu para o lançamento de mais um livro da série “Pescado é Saúde”, a obra contém informações sobre o aproveitamento integral do pescado e foi realizada em parceria com a Coordenadoria de Desenvolvimento dos Agronegócios (Codeagro).

 

Fonte: Seafood Brasil, Dez/2018 (http://seafoodbrasil.com.br)

Para acessar a notícia clique aqui


Pesquisa sobre pescado ganha reforço em SP